A implementação do programa Eco-Escolas pressupõe uma metodologia de 7 passos.

Esta metodologia inspirada nos princípios da Agenda 21 local (com origem na conferência da ONU ECO 92) , é descrita em sete etapas que visam garantir a participação das crianças e jovens na tomada de decisões, envolvendo-os assim na construção de uma escola e de uma comunidade mais sustentáveis.

As sete etapas são as seguintes:

Etapa 1

Formalização de um Conselho Eco-Escola (grupo de trabalho com representação dos alunos em maioria, professores, funcionários, pais, município e outros elementos da comunidade, que sugere, discute e avalia o plano de atividades).

Etapa 2

Realização de uma Auditoria Ambiental (ferramenta de diagnóstico do estado ambiental da escola e que permite uma verificação da evolução ao longo do tempo).

Etapa 3

Construção de um Plano de Ação (planificação/previsão) das atividades nos vários temas de trabalho: Resíduos, Água, Energia (temas fundamentais) + tema do ano (2017/18) a Floresta  + outros que a escola pretenda trabalhar.

Programa Eco-Escolas da Escola Básica de Vila Verde

Etapa 4

Monitorização e Avaliação (análise do sucesso das atividades realizadas face a metas concretas – ex: diminuir em 20% os resíduos indiferenciados; criação de brigadas verdes para monitorização das ações da comunidade escolar).

Etapa 5

Trabalho Curricular (as atividades Eco-Escolas poderão ser integradas em várias disciplinas).

Etapa 6

Informação e Envolvimento da Escola e da Comunidade Local (divulgação do Programa na escola e na comunidade;  articulação com outras entidades; realização do Dia Eco-Escolas).

Etapa 7

Eco-Código (conjunto de frases, ideias, compromissos elaboradas pelos alunos da escola, que traduzam o código de conduta/regulamento ambiental da escola).

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now